Nokia mostra ceticismo sobre retomada da demanda por celulares

quinta-feira, 23 de abril de 2009 12:40 BRT
 

HELSINQUE (Reuters) - A Nokia disse nesta quinta-feira que é muito cedo para dizer se a demanda por telefones móveis já atingiu o fundo do poço. O mercado de celulares está enfrentando um ano difícil em 2009, à medida que o declínio econômico enfraquece a procura por novos aparelhos.

"Até agora é muito cedo para estimar se em nosso setor já vimos a demanda por aparelhos móveis atingir o fundo do poço, e quando possivelmente atingiremos o fundo do poço", afirmou o presidente-executivo da Nokia, Olli-Pekka Kallasvuo, durante reunião anual de acionistas.

Na semana passada, a Nokia anunciou uma queda de 27 por cento nas vendas de janeiro a março e seu primeiro prejuízo trimestral antes de impostos, repetindo sua projeção de queda de cerca de 10 por cento nos volumes do mercado de celulares em 2009.

Kallasvuo acrescentou que a Nokia pretende adotar o sistema operacional Symbian --atualmente utilizado em smartphones-- em aparelhos de preço mais baixo.

(Reportagem de Tarmo Virki)

 
<p>Presidente da Nokia, Olli-Pekka Kallasvuo, exibe celular E75 em reuni&atilde;o da empresa. A companhia acredita que &eacute; muito cedo para dizer se a demanda por telefones m&oacute;veis j&aacute; atingiu o fundo do po&ccedil;o. O mercado de celulares est&aacute; enfrentando um ano dif&iacute;cil em 2009, &agrave; medida que o decl&iacute;nio econ&ocirc;mico enfraquece a procura por novos aparelhos.</p>