Claro tem receita maior no trimestre, mas Ebitda cai

terça-feira, 28 de abril de 2009 20:25 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Claro, segunda maior operadora de celular do Brasil, alcançou uma receita líquida de 2,8 bilhões de reais no primeiro trimestre do ano, com alta de 5,8 por cento sobre igual período do ano passado.

A companhia, controlada pela mexicana América Móvil, adicionou 855 mil clientes nos três primeiros meses do ano, totalizando 39,5 milhões de usuários. O número é 27 por cento maior que em março de 2008.

De acordo com o balanço da controladora, o resultado medido pelo lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações (Ebitda, da sigla em inglês) da Claro foi de 716 milhões de reais, um recuo de 9,1 por cento sobre o Ebitda de 788 milhões de um ano antes.

Segundo o comunicado da América Móvil, a queda no Ebitda se deve à alta nos custos de aquisições de clientes, subsídios e efeitos das variações cambiais sobre os preços dos aparelhos.

A margem Ebitda, que havia sido de 29,8 por cento, ficou em 25,6 por cento entre janeiro e março deste ano.

O lucro operacional da companhia, entretanto, subiu 11,3 por cento, para 280 milhões de reais na comparação ano a ano.

A Claro, de capital fechado no Brasil, não divulga se teve lucro ou prejuízo líquido.

(Reportagem de Taís Fuoco)