SAP tem lucro trimestral abaixo do esperado e vê melhora em 2010

quarta-feira, 29 de abril de 2009 16:01 BRT
 

Por Nicola Leske

FRANKFURT (Reuters) - A alemã SAP divulgou nesta quarta-feira queda acima da esperada em seu lucro operacional do primeiro trimestre, da ordem de oito por cento, devido à queda na receita com software. A empresa alertou os investidores de que não deveriam esperar uma retomada do crescimento antes do ano que vem.

Leo Apotheker, que divide o comando da SAP com Henning Kagermann até junho, disse que o primeiro trimestre foi "o trimestre mais difícil desde a Segunda Guerra Mundial". Mas, em depoimento à CNBC, acrescentou ter "a esperança de uma recuperação em 2010".

Para o restante deste ano, a SAP manteve inalteradas as suas projeções.

As ações da empresa haviam ganhado ímpeto na semana passada devido a rumores no mercado quanto à possibilidade de que viesse a ser adquirida pela rival norte-americana IBM. Apotheker se recusou a comentar sobre os rumores quanto a uma tomada de controle, insistindo em que a SAP deseja permanecer independente.

A SAP, maior produtora mundial de software de gestão, reportou lucro trimestral anterior a juros e impostos de 332 milhões de euros (432,1 milhões de dólares). O resultado ficou bem abaixo da projeção média de 433 milhões de euros de analistas consultados pela Reuters.

A receita com software, o indicador primordial da empresa, caiu em um terço, para 418 milhões de euros, e o lucro líquido caiu 16 por cento, a 204 milhões de euros.

A concorrente mais próxima da SAP, a norte-americana Oracle, satisfez os investidores no mês passado ao anunciar resultados mais fortes que os esperados e com a notícia de que pagaria seu primeiro dividendo trimestral, devido aos benefícios propiciados por ganhos de mercado e cortes de custos.

Analistas afirmam que a administração dos custos será essencial este ano para a SAP, e que os investidores estão ansiosos para determinar se a empresa alemã pode defender sua margem de lucro operacional e sua posição de mercado contra a Oracle.

Apotheker informou que a margem operacional da SAP no primeiro trimestre foi de 23,6 por cento, excluídos itens extraordinários.

A empresa confirmou projeção de margem operacional para todo o ano de 2009 entre 24,5 por cento e 25,5 por cento, considerando câmbio constante e excluídos itens extraordinários.

 
<p>Presidente da SAP, Henning Kagermann. A companhia alem&atilde; divulgou nesta quarta-feira queda acima da esperada em seu lucro operacional do primeiro trimestre, devido &agrave; queda na receita com software. A empresa alertou os investidores de que n&atilde;o deveriam esperar uma retomada do crescimento antes do ano que vem.</p>