Sprint pode terceirizar gestão de rede com a Ericsson-WSJ

segunda-feira, 4 de maio de 2009 11:07 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - A Sprint Nextel está em negociações finais para terceirizar a gestão de sua rede de celular pela Ericsson e transferir de 5 mil a 7 mil funcionários norte-americanos para a fornecedora de equipamentos, divulgou o Wall Street Journal, citando pessoas familiarizadas com o assunto.

A medida tem a intenção de cortar despesas para ajudar a compensar o decadente número de assinantes do Sprint, informou o jornal em seu site no domingo.

As duas companhias não finalizaram o contrato e as discussões podem continuar por mais algumas semanas, revelaram as fontes ao veículo.

Sprint pode acabar pagando até 2 bilhões de dólares à fabricante de equipamentos de rede sem fio durante vários anos para manter os milhares de estações que carregam os serviços de voz da rede de telefonia sem fio da Sprint e o tráfego de dados, de acordo com o jornal..

O acordo deve reduzir os custos de manutenção da rede sem fio em cerca de 20 por cento, afirmaram as fontes ao jornal.

Mas a Sprint pode escolher não seguir em frente com a estratégia de terceirização, informou o veículo.

Um porta-voz da Sprint se recusou a comentar sobre a matéria do Wall Street Journal e um representante da Ericsson não estava imediatamente disponível.

(Reportagem de Anupreeta Das e Sinead Carew)