UE decide multa contra Intel em 13 de maio

quinta-feira, 7 de maio de 2009 14:58 BRT
 

BRUXELAS (Reuters) - A Comissão Europeia deve determinar na próxima semana que a Intel, maior fabricante de chips do mundo, quebrou regras de concorrência e vai multar a empresa e exigir mudanças na forma como a companhia concede descontos sobre seus produtos, informaram fontes nesta quinta-feira.

Fontes próximas do assunto disseram à Reuters que a Comissão deve tomar a decisão em 13 de maio, durante a reunião semanal do órgão executivo da União Europeia. A decisão será tomada com base em recomendação da comissária de defesa da concorrência, Neelie Kroes.

A Comissão Europeia não comentou o assunto e o porta-voz da Intel, Chuck Mulloy, afirmou que "não fazemos parte do processo de decisão (da Comissão Europeia). Essas informações são especulativas e portanto não comentaremos".

O órgão executivo da União Européia, afirmou em 2007 que a Intel concedeu descontos ilegais a fabricantes de computadores que limitassem ou eliminassem completamente o uso de chips produzidos pela rival de menor porte AMD.

Em julho passado, a comissão impôs acusações adicionais à Intel, afirmando que a empresa pagou lojas para não venderem PCs que usassem chips da AMD. A Intel tem afirmado por diversas vezes que não fez nada de errado.