Venda de PCs no Brasil recua 12% no 1o trimestre--pesquisa

sexta-feira, 15 de maio de 2009 18:26 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O mercado brasileiro de microcomputadores comercializou 2,217 milhões de unidades nos três primeiros meses de 2009, segundo pesquisa da consultoria IT Data encomendada pela Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee) e divulgada nesta sexta-feira.

O volume representa uma queda de 12 por cento sobre o mesmo período do ano passado, quando foram negociados 2,510 milhões de computadores.

Segundo o estudo, "a crise internacional determinou a saída de alguns fabricantes do mercado por falta de expectativa de negócios", mas a consultoria preferiu não citar nomes das empresas.

Além disso, "as indústrias promoveram mudanças em suas estratégias, focando as atividades na produção de desktops, volumes menores de produção e conservadorismo nas negociações", diz comunicado da Abinee à imprensa.

Do total de PCs vendidos entre janeiro e março, foram comercializados 1,507 milhão de unidades de computadores de mesa (desktops) e 710 mil notebooks.

Em relação ao primeiro trimestre de 2008, a comercialização de desktops apresentou retração de 18 por cento, segundo a pesquisa. Já a venda de notebooks teve crescimento de 6,7 por cento.

Para 2009, a Abinee prevê que as vendas de PCs deverão atingir cerca de 12 milhões de unidades, mesmo volume comercializado em 2008.