Nokia corta mais 400 empregos em redução global de custo

terça-feira, 19 de maio de 2009 07:59 BRT
 

HELSINQUE (Reuters) - A maior fabricante de celulares do mundo, Nokia, anunciou nesta terça-feira que planeja cortar mais 490 empregos como parte de um programa mundial de redução de custo.

A companhia finlandesa informou que vai reduzir 170 empregos em logística, administação de produção e suporte de produção e que vai oferecer um programa de demissão voluntária para até 320 funcionários que trabalham na fábrica de Salo, na Finlândia.

A Nokia, que entre janeiro e março sofreu seu primeiro prejuízo trimestral antes de impostos, está reduzindo custos anuais da importante fábrica de celulares em mais de 700 milhões de euros (948,7 milhões de dólares) para lidar com a queda na demanda.

O mercado de celulares deve encolher 10 por cento este ano por conta de contenção de gastos dos consumidores.

Incluindo as reduções de vagas anunciadas nesta terça-feira, a Nokia cortou cerca de 4.000 funcionários no grupo este ano.

(Por Redação Helsinque)

 
<p>Funcion&aacute;rios da Nokia, que anunciou corte de mais 400 empregos para reduzir custos, no estande da empresa montado no congresso mundial do setor de celulares em Barcelona. 19/2/2009. REUTERS/Gustau Nacarino (ESPANHA)</p>