Sprint vai vender Palm Pre por 200 dólares e prevê escassez

terça-feira, 19 de maio de 2009 15:28 BRT
 

Por Sinead Carew

NOVA YORK (Reuters) - A Sprint Nextel anunciou que vai vender o muito aguardado celular inteligente Pre, da Palm, a partir de junho, por 199,99 dólares para os assinantes de um plano de dois anos. O preço é o mesmo que a Apple pratica para o seu iPhone.

As ações da Palm caíram 5 por cento devido ao desapontamento de alguns investidores pelo preço ser igual e não inferior ao do iPhone, e o presidente-executivo da Sprint anunciou além disso que antecipa escassez para o Pre quando do lançamento.

Michael Walkley, analista da Piper Jaffray, disse que era típico que um celular novo e procurado tivesse baixa disponibilidade quando do lançamento. Mas alguns investidores da Palm devem começar a realizar lucros, aproveitando a alta das ações, que subiram de 3,30 dólares em janeiro a mais de 12 dólares, devido à expectativa quanto ao novo modelo.

"Talvez exista alguma decepção quanto ao preço de lançamento e ao fato de que eles tenham previsto oferta limitada", disse Walkley.

Dan Hesse, o presidente-executivo da Sprint, declarou em conferência com investidores que a empresa provavelmente enfrentaria dificuldades para atender à demanda inicial pelo aparelho.

"Não pretendemos fazer publicidade pesada, no começo, porque acreditamos que será escasso por algum tempo", disse Hesse, de acordo com uma transcrição da Thomson Reuters. "Não conseguiremos acompanhar a demanda pelo aparelho no período inicial", acrescentou.

O Pre deve ajudar a Sprint, que será a fornecedora exclusiva do aparelho nos Estados Unidos até o final do ano, a estancar sua perda de assinantes, e é visto como melhor esperança da Palm para a reconquista das porções do mercado de celulares inteligentes que a empresa perdeu para o iPhone e o Blackberry, da Research in Motion (RIM).

No entanto, alguns analistas estão preocupados com a possibilidade de que o Pre venha a ser sobrepujado por uma versão mais barata do iPhone, que a Apple pode anunciar já em 8 de junho. O iPhone é vendido pela maior rival da Sprint, a AT&T.