Samsung Mobile prevê recuperação em 2010

quarta-feira, 20 de maio de 2009 12:36 BRT
 

Por Rhee So-eui e Marie-France Han

KIHEUNG, Coréia do Sul (Reuters) - A Samsung Mobile Display, uma joint venture igualitária entre a Samsung Electronics e a Samsung SDI, espera que o mercado mundial de telas para aparelhos móveis se recupere no ano que vem, voltando ao patamar de 2008, depois de sofrer contração este ano.

A Samsung Mobile Display planeja manter sua participação no mercado de telas para celulares em cerca de 25 por cento este ano e em 2010, e está apostando no crescimento do segmento premium de telas OLED (diodos orgânicos emissores de luz) e nas telas de toque, disse Lee Woo-jong, vice-presidente de marketing do grupo.

"O mercado todo de celulares deve se contrair este ano, mas começará uma recuperação no segundo semestre", afirmou Lee.

"Os celulares inteligentes estão impulsionando o crescimento do mercado, mais ou menos como os celulares de telas coloridas fizeram uma década atrás", disse Lee à Reuters Global Technology Summit nesta quarta-feira, na fábrica da empresa ao sul de Seul.

A Samsung Mobile Display é a maior fabricante mundial de telas para celulares, segmento que responde por cerca de 80 por cento de suas vendas.

A fabricante de telas, que lidera o setor nas telas OLED, de matriz ativa, concorre com as japonesas Sharp e TDK e com a AU Optronics, de Taiwan, nas telas para celulares.

As telas OLED de matriz ativa são bem adequadas aos celulares de alto preço dotados de recursos variados, como conteúdo multimídia, não só porque oferecem melhor qualidade de imagem mas porque consomem menos energia e são mais finas que as telas de cristal líquido TFT, que usam transistores de película fina.

Lee espera que o mercado para as telas usadas em aparelhos móveis, entre os quais celulares, players digitais de mídia e sistemas de navegação, caia a 1,75 bilhão de unidades este ano, ante 1,9 bilhão no ano passado.

Desse total, as telas para celulares devem responder por pouco mais de um bilhão de unidades este ano, ante 1,2 bilhão no ano passado.

"O mercado de telas para portáteis se reduzirá ligeiramente este ano. Mas recobrará o nível do ano passado em 2010", disse Lee.

 
<p>Celular da Samsung &eacute; exibido em Los Angeles. A companhia espera que o mercado mundial de telas para aparelhos m&oacute;veis se recupere no ano que vem, voltando ao patamar de 2008, depois de sofrer contra&ccedil;&atilde;o este ano.</p>