Acer vai lançar celular com Android este ano

quarta-feira, 20 de maio de 2009 13:04 BRT
 

PARIS (Reuters) - A Acer, terceira maior marca mundial de computadores, planeja lançar um modelo de celular acionado pelo sistema operacional Android do Google este ano, anunciou o diretor de sua divisão de telefonia nesta quarta-feira.

A empresa planeja colocar 10 modelos à venda este ano, mas todos os demais usarão o sistema operacional Windows Mobile, da Microsoft.

Aymar de Lencquesaing disse à Reuters Global Technology Summit em Paris que a Acer estava se beneficiando bastante de suas ofertas em laptops enquanto procura parceiros entre as operadoras de telefonia móvel para a venda de seus celulares inteligentes.

A Acer entrou no mercado de celulares inteligentes --aparelhos que oferecem recursos avançados semelhantes aos dos computadores-- este ano, depois da aquisição da Eten Information Systems, uma fabricante taiuanesa de equipamentos portáteis, em 2008.

Lencquesaing disse que a Acer havia priorizado cerca de 40 operadoras de telefonia móvel por intermédio das quais pretendia vender seus celulares.

"Estamos negociando com todas elas, e até agora nenhuma recusou, pedindo que não voltássemos a incomodar", afirmou.

A Acer quer controlar entre 6 por cento e 7 por cento do mercado de celulares inteligentes entre 2012 e 2013, com o impulso no volume de vendas gerado pela oferta de aparelhos mais baratos.

Lencquesaing afirmou que a empresa não tem planos de oferecer celulares para a faixa mediana do mercado, mas previu que os preços dos celulares inteligentes devem cair rapidamente ao mesmo patamar desses aparelhos.

"No final de 2009, estaremos lançando um celular inteligente com tela sensível ao toque e ao preço dos celulares comuns disponíveis hoje", disse.

(Reportagem de Tarmo Virki)

 
<p>Diretor de unidade de celulares da Acer exibe modelo "F1" durante Mobile World Congress em Barcelona. A companhia, terceira maior marca mundial de computadores, planeja lan&ccedil;ar um modelo de celular acionado pelo sistema operacional Android do Google este ano.</p>