Técnica poderá ampliar capacidade do DVD em 10 mil vezes

quarta-feira, 20 de maio de 2009 15:28 BRT
 

LONDRES (Reuters) - CDs de "cinco dimensões" com uma capacidade 10.000 vezes maior que os DVDs atuais poderiam estar disponíveis no mercado daqui a 10 anos, afirmaram pesquisadores nesta quarta-feira.

Um time de cientistas da Universidade de Tecnologia de Swinburne, na Austrália, informou que reunindo nanopartículas e uma dimensão de "polarização" à atual tecnologia, a capacidade de armazenamento pode ser aumentada ao extremo, sem mudar o tamanho dos discos atuais.

Os pesquisadores, que assinaram um acordo com a Samsung Electronics, disseram que a técnica permitiu que armazenassem 1,6 terabytes de dados em um CD que potencialmente poderia, um dia, armazenar até 10 terabytes.

Um terabyte é suficiente para armazenar cerca de 300 filmes de longa-metragem, ou 250.000 músicas.

"Nós conseguimos demonstrar como material nanoestruturado pode ser incorporado a um CD para aumentar a capacidade de dados, sem aumentar o tamanho físico do CD", afirmou Min Gu, que trabalhou na pesquisa, em uma declaração.

"Estas dimensões a mais são a chave para a criação de CDs com super capacidade", acrescentou.

Atualmente, os discos têm até três dimensões espaciais mas, usando nanopartículas, os pesquisadores dizem ter conseguido incluir uma dimensão espectral --ou colorida-- além da dimensão de polarização.

Os pesquisadores, que publicaram suas descobertas na revista Nature, criaram a dimensão colorida ao inserir nanobastonetes de ouro na superfície dos CDs.

Como a reação das nanopartículas à luz depende de sua forma, isso permitiu aos pesquisadores que registrassem informações de um série de diferentes comprimentos de onda de luz sob o mesmo ponto do disco.   Continuação...