Google decide não cruzar linha que divide tecnologia de conteúdo

quinta-feira, 21 de maio de 2009 10:06 BRT
 

LONDRES (Reuters) - O Google decidiu que não vai comprar um jornal, publicou o Financial Times, citando o presidente-executivo da companhia, Eric Schmidt.

O Google considerou a compra de uma publicação, mas agora não está mais inclinado a fazê-lo porque os alvos potenciais estão muito caros ou têm muitos compromissos, informou o Financial Times em uma entrevista concedida por Schmidt à edição online do jornal.

A aquisição de um jornal também é improvável porque o Google está "tentando evitar ultrapassar o limite entre tecnologia e conteúdo", acrescentou o presidente-executivo, segundo o jornal.

Tem havido especulação de que o Google pode se beneficiar da queda nas receitas publicitárias para comprar organizações jornalísticas enfraquecidas, sendo o New York Times considerado um alvo potencial.

Na semana passada, porém, o membro do conselho do New York Times, Scott Galloway, disse à Reuters que não tentou fazer com que o Google comprasse a companhia, negando notícias anteriores.