Choque entre gigantes da mídia beneficia consumidor do México

segunda-feira, 25 de maio de 2009 12:41 BRT
 

Por Cyntia Barrera Diaz e Tomas Sarmiento

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - A competição cada vez mais intensa no mercado mexicano de mídia começa a beneficiar os consumidores ansiosos por novas opções de TV, Internet e telefonia, à medida que algumas das maiores empresas do país correm para criar pacotes de baixo custo.

As operadoras de TV a cabo e via satélite vêm tentando nos últimos meses atrair os consumidores, há muito acostumados a monopólios, por meio de ofertas de acesso combinadas a preços inferiores aos 40 dólares mensais.

"Existe uma competição renovada e mais intensa entre as operadoras de cabos, a Telmex e outras operadoras de telefonia", disse Ernesto Piedras, diretor da consultoria Competitive Intelligence Unit.

Magnatas como Carlos Slim, que nas últimas décadas enriqueceu com a operações próximas de monopólios, agora precisam batalhar para reter consumidores.

Uma empresa de porte relativamente pequeno, a Dish Mexico, iniciou suas atividades no final de 2008, com a oferta de um serviço de televisão simples a preço de apenas 11 dólares mensais, o que levou os concorrentes a repensar suas estratégias de marketing a fim de manter a competitividade.

A Dish Mexico tem uma parceria com a operadora de telefonia fixa dominante, a Telmex, para que esta administre seus serviços de cobrança, e o relacionamento incomoda muitos dos concorrentes.

O governo mexicano vem relutando em conceder à Telmex, controlada por Slim, permissão para oferecer serviços de televisão, devido ao temor de que isso permita que ela esmague concorrentes menores.

Os concorrentes se preocupam com a possibilidade de que uma parceria entre Dish Mexico e Telmex venha a resultar em um pacote triplo envolvendo televisão, telefonia e Internet.

A Dish Mexico --joint venture entre a MVS Comunicaciones, controlada pelos irmãos Vargas, magnatas da mídia, e pela fabricante de decodificadores EchoStar-- se expandiu rapidamente em algumas cidades menores, e recentemente ingressou no lucrativo mercado da Cidade do México.