HP planeja cortar 5.700 vagas na Europa, Oriente Médio e África

quinta-feira, 28 de maio de 2009 12:06 BRT
 

HELSINQUE (Reuters) - A Hewlett-Packard informou nesta quinta-feira que planeja cortar 5.700 postos de trabalho na região da Europa, Oriente Médio e África nos próximos dois anos.

Uma porta-voz da companhia disse que parte das demissões estava relacionada ao programa de corte de vagas da HP, enquanto o restante era reflexo da deterioração na demanda.

Ela se recusou a dizer o quão grande era a fatia de cortes relacionados ao programa global de contenção de custos da companhia, lançado em 19 de maio.

A HP planeja demitir aproximadamente 6.400 funcionários globalmente, conforme os consumidores e as empresas reduzem os gastos com computadores, impressoras e serviços.

A HP, que compete com rivais como Dell e Acer no abatido mercado global de computadores, previu em 19 de maio que a receita do ano fiscal cairá de 4 a 5 por cento.

A companhia afirmou nesta quinta-feira que entregou uma proposta de plano de reestruturação na região ao European Works Council.

A HP acrescentou que também apresentou um plano para mover a produção da unidade Enterprise, Storage and Servers (ESS) da Alemanha e Escócia para uma companhia parceira na República Tcheca durante 2010.

No final de abril, a HP tinha cerca de 80 mil empregados na Europa, Oriente Médio e África.