Indústria de games vê um retorno ao glamour em evento do setor

sexta-feira, 29 de maio de 2009 20:01 BRT
 

Por Franklin Paul

NOVA YORK (Reuters) - O maior encontro da indústria de vídeo games interativos irá acontecer na semana que vem em Los Angeles com a promessa de um retorno ao glamour do passado, mas com as últimas vendas fracas e uma economia retraída, o futuro dos negócios dessa brincadeira não tem graça.

A recente onda de jogos fitness, a ampliação da linha de produtos para o Wii, da Nintendo, e, possivelmente, o corte nos preços de hardware, são os principais temas esperados na Electronic Entertainment Expo, ou E3, que abre em 2 de junho em Los Angeles.

Sem dúvida, a indústria está indo bem, mesmo com a economia fraca e o forte desemprego nos Estados Unidos. O analista da Hudson Square Research Daniel Ernst fixou as vendas de vídeo games para este ano fiscal, que termina em março, em 28,7 bilhões de dólares, um aumento de 13 por cento, e maior que os 27 bilhões da indústria de cinema.

O desafio é continuar crescendo num momento em que os consumidores pensam duas vezes antes de gastar arbitrariamente, especialmente com consoles de games, que podem custar até 500 dólares, e jogos que custam até 60 dólares.

As vendas de abril para vídeo games caíram 17 por cento, após uma queda de 23 por cento em março, segundo pesquisa do grupo NPD. O número é um pouco distorcido por uma difícil comparação, já que dois dos maiores jogos de 2008 foram lançados na mesma época, há uma ano.

Ainda assim, é impossível ignorar a economia. Billy Pidgeon, um analista independente da Game Changer Research, sugere que a concretização de um velho boato de corte de preços do PlayStation 3, da Sony, que atualmente custa mais de 400 dólares, poderia estimular uma nova onda de demanda.

Mas não chore pela indústria, que tem vendas mundiais --incluindo hardware-- que pode superar 98 bilhões de dólares neste ano, e 110 bilhões em 2010.

Além de uma leva de novos jogos de empresas como a Electronic Arts, Activision Blizzard, e Take-Two Interactive Software, um novo multimídia portátil --o "PSP GO"-- da Sony é esperado para a multidão de 40 mil amantes de games, e um acessório para o Xbox 360, da Microsoft, com sensores de movimento semelhantes aos dos controles do Wii, da Nintendo.

A Nintendo, por sua vez, com um Wii que vendeu mais de 50 milhões de unidades e dominou o mercado nos últimos anos, provavelmente irá revelar novas versões de suas lucrativas franquias de jogos, incluindo Zelda e Wii Fit, bem como mais games desenvolvidos por terceiros, e um novo acessório.