Justiça dos EUA determina que Expedia pague indenização de US$184 mi a clientes

segunda-feira, 1 de junho de 2009 19:51 BRT
 

CHICAGO (Reuters) - Um juiz determinou que a Expedia, maior agência de viagens online dos Estados Unidos, pague uma indenização de 184 milhões de dólares a clientes que alegam que pagaram por serviços prestados sob falso pretexto, afirmou nesta segunda-feira o escritório de advocacia que representou os clientes.

A decisão do tribunal superior de King County, no Estado de Washington, aceitou as acusações de clientes de que a Expedia teria pago impostos sobre o preço de atacado das reservas de hotel, mas cobrou os impostos dos clientes sobre um preço de varejo maior, embolsando a diferença.

A Expedia nega a acusação e disse que irá recorrer da decisão. O tribunal acatou o pedido dos clientes sem a realização de um julgamento, afirmou a Expedia.

"Acreditamos que a decisão do tribunal está errada na lei e errada nos fatos", disse a Expedia em comunicado.

(Reportagem de Kyle Peterson)