"Doem dinheiro, vocês vão gostar", diz Bill Gates a bilionários

quarta-feira, 3 de junho de 2009 15:35 BRT
 

OSLO (Reuters) - O fundador da Microsoft, Bill Gates, disse na quarta-feira que os bilionários deveriam doar a maior parte de suas riquezas a causas beneficentes e que eles apreciariam a prática.

Gates doou boa parte de sua fortuna proveniente da Microsoft -- a gigante de software que o transformou no homem mais rico do mundo -- à entidade filantrópica Bill & Melinda Gates Foundation.

"Eu acho que todos os bilionários deveriam doar a maior parte de suas fortunas - embora não digo que não devam deixar nada a seus filhos", afirmou Gates numa reunião na casa de ópera de Oslo.

"Acho que eles gostariam disso, os filhos deles ficariam melhores e o mundo ficaria melhor."

"Sou um grande adepto (da ideia) de que as grandes fortunas devem ir dos mais ricos aos mais pobres", completou ele, sentado ao lado da mulher, Melinda, co-presidente da fundação.

Gates reiterou seu apelo para a erradicação da pólio, afirmando que o objetivo era bem possível de ser alcançado, o que tornaria a pólio a segunda doença transmissível de grande importância a ser inteiramente erradicada depois da varíola no fim da década de 1970.

"Temos de erradicar a pólio porque, se não o fizermos, ela vai voltar e teremos milhões de afetados", afirmou ele.

Gates disse que o maior sucesso da sua fundação ocorreu no campo da vacinação. "A vacinação é a área onde salvamos milhões de vidas e há mais a ser feito."

Gates afirmou que é uma grande decepção que a ciência não tenha desenvolvido uma vacina para evitar o HIV/Aids, mas disse estar otimista sobre métodos emergentes de prevenção, que poderiam ser usados pelas mulheres a fim de conter a infecção, até que a vacina seja descoberta.

Uma vez que um desses métodos se mostre eficiente, afirmou ele, a fundação trabalharia "para levá-lo à população e reduzir drasticamente o número de infectados".

"Provavelmente levará entre 10 e 15 anos até que consigamos isso", disse Bill Gates.