Yahoo detalha visão sobre possível parceria com Microsoft

quarta-feira, 3 de junho de 2009 16:56 BRT
 

SAN FRANCISCO (Reuters) - Um acordo com a Microsoft sobre um buscador em conjunto poderia oferecer importantes benefícios de escala e gerar uma economia de até 700 milhões de dólares ao Yahoo, afirmou a presidente-executiva da empresa, Carol Bartz.

A cifra mencionada é mais modesta do que alguns investidores tinham em mente.

Bartz apresentou mais detalhes sobre sua posição em relação ao acordo em potencial com a Microsoft em discurso durante uma conferência com investidores nesta quarta-feira.

Ela frisou, ao mesmo tempo, que o Yahoo não está sob pressão para se unir à gigante de software no setor de buscadores na Internet para competir com a Google, que tem mais de 64 por cento do mercado de pesquisa online nos Estados Unidos.

Foi a segunda vez, recentemente, que Bartz fez comentários em relação ao possível acordo com a Microsoft. Bartz já havia afirmado durante a conferência All Things Digital na semana passada que qualquer acordo na área de buscadores exigiria um parceiro com muito dinheiro e a tecnologia certa.

Os comentários aparecem no momento que a Microsoft lança a nova versão de seu sistema de buscas, chamado Bing.

Bartz afirmou que o Bing pode dar fôlego à Microsoft na área de buscas na Internet, mas não mudará a dinâmica competitiva do mercado.

"Eles não vão ganhar em escala com o Bing. Eles vão atrair algum um interesse temporário", disse Bartz.

(Reportagem de Alexei Oreskovic)