Celulares inteligentes devem superar netbooks entre usuários

sexta-feira, 5 de junho de 2009 12:41 BRT
 

Por Kelvin Soh

TAIPEI (Reuters) - Quando Kas Tsai, 27, estava em busca de um aparelho portátil para acesso à Internet, ele optou por um iPhone em vez de um netbook de baixo custo.

"A aparência é melhor, e posso levá-lo comigo quando saio. O netbook é pequeno, mas o teclado é tão apertado que na verdade não tenho como usá-lo se estou em movimento", disse o estudante de biotecnologia.

Pessoas como Tsai podem bem se tornar o fator decisivo na guerra iminente quanto ao domínio do mercado, agora que os internautas estão levando seu passatempo favorito ao reino da comunicação sem fio. Muitos observadores acreditam que os celulares inteligentes possam sair vitoriosos, no longo prazo.

Com os computadores de mesa perdendo rapidamente o seu domínio como principal ponto de acesso para navegação na Web, a corrida entre laptops e celulares inteligentes para decidir quem ocupará o lugar deles já começou. Muitas empresas optaram por tentar evitar riscos e estão lançando tanto computadores quanto celulares inteligentes.

Marcas de computadores como a Acer e Dell recentemente anunciaram ou foram mencionadas em conexão a possíveis lançamentos de celulares. A Nokia, líder entre os fabricantes de celulares, está avançando na direção oposta, e mencionou uma possível incursão ao mercado dos netbooks --computadores pequenos e baratos bons para navegar na Internet ou verificar e-mails, mas sem todas as funções de computadores maiores e mais dispendiosos.

As guerras por mercado que estão surgindo podem resultar em competição mais intensa em dois setores já altamente concorridos, o que pode prejudicar a todos os envolvidos enquanto a batalha não se resolve, dizem analistas.

"Sucesso para a Nokia no mercado de computadores? Duvido que haja muito", disse o analista Bob O'Donnell, da empresa de pesquisa IDC. "E a venda de celulares inteligentes pela Dell ou HP? Tampouco acredito nisso. Seria um esforço para entrar em um negócio muito diferente, e creio que todo mundo precise levar esse aspecto em consideração."

Mas muita gente diz que, no duelo que parece destinado a surgir entre celulares inteligentes e netbooks, os computadores parecem estar em desvantagem.

Os preços iniciais de ambos são da ordem de 300 dólares, e muitas empresas dirigem seus produtos aos mesmos consumidores interessados em tecnologia. Mas os consumidores podem descobrir que, embora pequenos, os netbooks continuam a apresentar todas as inconveniências de um computador.