Canon retoma planos de construção de fábrica de câmeras

sexta-feira, 5 de junho de 2009 16:00 BRT
 

TÓQUIO (Reuters) - A japonesa Canon, maior fabricante de câmeras digitais do mundo, retomou nesta sexta-feira seus planos para construir uma nova fábrica de 180 milhões de dólares, uma vez que a demanda continua forte para câmeras reflex (SLR, na sigla em inglês).

A Canon, que tem como concorrentes a Nikon e a Sony, havia adiado o início das obras em janeiro devido à crise global.

As obras da fábrica começarão em julho, e a unidade, no sul do Japão, começará a produzir em maio ou abril do ano que vem, afirmou um porta-voz da Canon.

As vendas das SLRs --câmeras de tecnologia avançada com lentes trocáveis--têm sido uma das boas notícias do setor de tecnologia, permanecendo fortes, enquanto as vendas de eletrônicos como televisores de tela plana e PCs vacilavam.

A fábrica da Canon, como já era planejado, terá uma capacidade de produção anual de 4 milhões de câmeras.

As vendas globais de SLRs digitais, em unidades, subiram 8 por cento em abril sobre o mesmo mês no ano passado, embora a receita tenha caído 13 por cento, segundo a Camera and Imaging Products Association, uma vez que fabricantes cortaram os preços de seus produtos.

Em comparação, houve uma queda de 24 por cento em vendas de câmeras compactas, bem como uma redução de 35 por cento na receita, afirmou o grupo industrial, que representa 14 das principais fabricantes mundiais de câmeras digitais.

(Por Mayumi Negishi)