Tel Italia diz que não deixará Brasil por disputa regulatória

terça-feira, 9 de junho de 2009 09:56 BRT
 

ROMA (Reuters) - A Telecom Italia não tem intenção de deixar o mercado brasileiro por causa de uma disputa regulatória, afirmou nesta terça-feira o presidente do conselho da companhia, Gabriele Galateri di Genola.

Galateri acrescentou que vai se reunir com o ministro das Comunicações, Hélio Costa, na terça-feira em Roma.

"Não há absolutamente nenhuma discussão sobre isso", disse o executivo quando perguntado se a empresa considerava sair do Brasil.

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) determinou que o maior acionista da Telecom Italia, o grupo Telco, tem obrigação de lançar oferta pelas ações da unidade brasileira do grupo italiano, TIM Participações.

A CVM afirma que a oferta é necessária porque houve mudança no controle da Telecom Italia no final de 2007, quando a Telco assumiu sua participação.

A Telco, que detém 24,5 por cento de participação na Telecom Italia, não concorda com a decisão.

Entre os acionistas da Telco estão a Telefónica, Mediobanca SpA, Assicurazioni Generali e Intesa Sanpaolo.

(Por Giselda Vagnoni)