Vendas globais de equipamentos para chips crescerão no 2o tri

terça-feira, 9 de junho de 2009 12:34 BRT
 

TAIPEI (Reuters) - A receita global no mercado de equipamentos para produção de chips deve registrar uma alta no segundo trimestre após três trimestres de declínios, mas 2009 permanecerá desafiador, informou a empresa de pesquisa em tecnologia iSuppli.

As receitas globais das fabricantes de equipamentos para produção de chips, incluindo as líderes do setor TSMC, UMC e Chartered Semiconductor, devem subir para 3,6 bilhões de dólares no segundo trimestre, afirmou a iSuppli em um comunicado desta terça-feira.

Isso seria um aumento de cerca de 60 por cento ante o valor de 2,25 bilhões de dólares no primeiro trimestre do ano, acrescentou a empresa.

"O mercado de equipamentos para produção de chips no segundo trimestre está se beneficiando de uma redução maior nos estoques de semicondutores em toda a cadeia de fornecimento de eletrônicos e novos projetos inovadores que exigem tecnologia inovadora", disse Len Jelinek, diretor e principal analista da iSuppli.

A TSMC e a UMC, que a iSuppli disse terem juntas uma fatia de 63 por cento do mercado no primeiro trimestre, previram um segundo trimestre favorável, em parte devido à forte demanda da China, como resultado dos gastos de estímulo do governo chinês.

"O crescimento sustentável dos semincondutores virá apenas quando a economia global se recuperar e os consumidores retornarem ao padrão normal de compras".

Para 2009, o mercado de equipamentos para produção de chips terá desempenho inferior ao setor geral de semicondutores, sofrendo uma queda de 26,5 por cento na receita, informou a iSuppli.

(Reportagem de Baker Li)