China vai limitar uso de SMS para combater spam

sexta-feira, 12 de junho de 2009 14:36 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - A China irá limitar o número de mensagens de texto (SMS) que os usuários de celular podem enviar por dia, em um esforço para reduzir o spam por esse meio de comunicação, informou a mídia estatal nesta sexta-feira.

As mensagens spam --a maioria com ofertas de imóveis, de cursos de inglês, com notas falsas de impostos e outras fraudes-- cresceram rapidamente na China nos últimos anos. Não é incomum que um usuário de celular receba dezenas de mensagens em um único dia.

As três maiores operadoras de telefonia móvel do país (China Telecom, China Mobile e China Unicom) assinaram um acordo relacionado a mensagens spam, segundo a agência de notícias Xinhua, que citou representantes das empresas.

Pelo acordo, um número de celular não poderá enviar mais de 200 mensagens por hora ou 1.000 diárias nos dias úteis.

Nos feriados, são 500 mensagens por hora e 2.000 por dia que poderão ser originadas de um mesmo celular.

(Reportagem de Yu Le e Lucy Hornby)