Espanha prende acusado de extorsão online contra 250 pessoas

segunda-feira, 15 de junho de 2009 14:45 BRT
 

MADRI (Reuters) - Um homem de 24 anos foi detido em Chipiona, na Espanha, acusado por corrupção de menores depois de supostamente praticar extorsão contra mais de 250 vítimas, em sua maioria mulheres e menores de idade. A acusação afirma que ele agia por meio de chantagens de caráter sexual, informou a polícia espanhola.

As investigações se iniciaram devido a uma denúncia formulada em Madri por uma menor em outubro do ano passado. A menor informou que uma pessoa que ela havia conhecido na Internet havia obtido uma foto que a mostrava nua e a havia ameaçado caso ela não lhe enviasse mais material.

"Depois de sua primeira prisão, em outubro de 2008, o perseguidor virtual foi detido novamente, depois que surgiram provas de que as ameaças continuaram", informou a polícia em comunicado.

O detido contatava suas vítimas em chats ou páginas de redes sociais e conseguia conquistar a confiança das pessoas com quem fazia contato se fazendo passar por outra pessoa. O objetivo do acusado era obter fotografias e vídeos que depois eram usados para prática de extorsões, de acordo com as informações da polícia.

Nos casos em que não conseguia material, ele utilizava programas de computador com os quais conseguia tomar o controle das máquinas e das contas de email de suas vítimas.

Com esses materiais, ele ameaçava as vítimas de distribuir o material para suas próprias listas de contato. Ameaças de roubo de contas de email caso as vítimas não continuassem enviando fotos ou vídeos, também foram feitas, segundo a polícia. O assédio se prolongava por meses.

A operação foi conduzida por especialistas da Brigada de Investigação Tecnológica (BIT), com apoio das equipes locais da polícia em Madri, Cádiz e Sevilha.

A polícia aproveitou para fazer um alerta sobre os riscos que as novas redes sociais representam para os menores e apelou por uma série de providências para se garantir a utilização segura da Internet.