Adobe vai cobrar usuários por acesso ao Acrobat.com

terça-feira, 16 de junho de 2009 14:24 BRT
 

(Reuters) - A Adobe Systems decidiu restringir apenas a assinantes o acesso ao site Acrobat.com que estava em testes públicos abertos até segunda-feira.

A produtora de software informou que vai cobrar dos assinantes dois novos serviços que adicionam recursos voltados a uso intenso empresarial.

A Adobe cobrará 14,99 dólares por mês pelo serviço básico, que permite a realização de conferências online entre até cinco participantes e conversões online de até 10 documentos por mês.

Para o serviço premium, que pemite conferência entre até 20 participantes e crianção sem limites de documentos PDF, a empresa cobrará 39 dólares por mês.

Cinco milhões de pessoas se registraram no Acrobat.com desde que foi lançado em junho de 2008, informou a Adobe.