Microsoft vai encarar Symantec e McAfee no mercado de segurança

sexta-feira, 19 de junho de 2009 10:40 BRT
 

BOSTON, Estados Unidos (Reuters) - A Microsoft vai lançar um serviço gratuito de segurança para computadores na semana que vem, no que pode ser o maior desafio já enfrentado pelo setor de software antivírus, que movimenta bilhões de dólares anuais.

Analistas do setor que realizaram uma análise prévia do serviço, o Microsoft Security Essentials, dizem que seus recursos e qualidade se equiparam aos produtos antivírus da Symantec, McAfee e Trend Micro, cujo uso custa cerca de 40 dólares ao ano.

"A notícia é boa para os consumidores e ruim para os concorrentes", disse Roger Kay, analista do setor de computadores na Endpoint Technologies Associates.

O produto oferece proteção contra diversos tipos de software maligno, como vírus, spyware, cavalos de Troia e rootkits. Caso a varredura do programa detecte um arquivo suspeito que ainda não esteja registrado como malware, o programa alerta os pesquisadores da Microsoft para que façam mais análises.

As empresas de segurança minimizaram a ameaça da Microsoft. Executivos da Symantec e da McAfee desconsideram o esforço da empresa como uma alternativa menos eficiente à proteção plena que oferecem com seus pacotes de segurança muito vendidos.

A oferta da Microsoft combate apenas software malignos. Os produtos mais procurados de suas rivais no segmento de segurança incorporam outros recursos, como cifragem, firewall, backup de dados e controles de conteúdo.

Rob Enderle, analista do Enderle Group que acompanha de perto o setor, disse que os consumidores não precisam de todos esses recursos.

"Se houver um produto bom o bastante distribuído de graça, como justificar pagar mais?", questionou.

A Microsoft anunciou na quinta-feira que uma versão beta do produto poderá ser baixada em seu site a partir de 23 de junho. A companhia planeja oferecer a versão definitiva do produto a partir do final do ano.

O serviço gratuito surge depois de um esforço frustrado para vender um pacote de software de segurança chamado Live OneCare, que a Microsoft lançou três anos atrás, mas que a empresa anunciou que pretende tirar do mercado em novembro.

 
<p>Presidente da Microsoft, Steve Ballmer, participa de confer&ecirc;ncia de seguran&ccedil;a em Berlim. A Microsoft vai lan&ccedil;ar um servi&ccedil;o gratuito de seguran&ccedil;a para computadores na semana que vem, no que pode ser o maior desafio j&aacute; enfrentado pelo setor de software antiv&iacute;rus, que movimenta bilh&otilde;es de d&oacute;lares anuais.</p>