IBM perde mandado de segurança contra executivo da Dell

sexta-feira, 26 de junho de 2009 21:09 BRT
 

Por Jim Finkle

BOSTON (Reuters) - Um juiz dos Estados Unidos negou o pedido da IBM para proibir que seu antigo chefe do setor de fusões e aquisições trabalhe na Dell sob alegações de que ele revelaria segredos operacionais.

A decisão significa que o executivo David Johnson poderá continuar trabalhando como vice-presidente de estratégias corporativas na Dell, enquanto a IBM der seguimento ao processo em que alega que Johnson teria violado um acordo de não-competição.

Geralmente, esses casos demoram anos para passarem pelo sistema judiciário.

O porta-voz da IBM Doug Shelton afirmou que a intenção de sua empresa é entrar com um recurso contra a decisão desta sexta-feira.

O setor de fusões e aquisições é uma prioridade para ambas as empresas, que buscam acrescentar novas tecnologias para diferenciar seus produtos, em um momento onde os gastos de consumidores com tecnologia vem caindo mundialmente. A Dell já afirmou que quer aumentar suas vendas de servidores, equipamentos de armazenagem e ampliar seus negócios com grandes corporações --setores-chave para a IBM.

Johnson, um veterano de 27 anos de IBM, insiste que seu contrato de não-competição, de 2005, não tem validade pois não foi assinado corretamente. Seu advogado não quis comentar o caso nesta sexta-feira.

O porta-voz da Dell não quis comentar o caso.

(Reportagem adicional de Chakradhar Adusumilli)