Vítimas de roubos de iPhones em NY contra-atacam com tecnologia

sexta-feira, 3 de julho de 2009 12:03 BRT
 

Por Edith Honan

NOVA YORK (Reuters) - Assaltantes estão cada vez mais procurando iPhones e outros smartphones, mas as vítimas agora podem se defender com tecnologia.

Um dispositivo permite que o usuário ative remotamente uma sirene alta criada para intimidar o ladrão. Outro aplicativo, criado para iPhones, pode revelar a localização do aparelho.

Estatísticas da polícia mostram que crimes pequenos diminuíram em Nova York, mas depoimentos de vítimas e reportagens recentes sobre roubos nas ruas de aparelhos caros e cobiçados, como o iPhone da Apple e o Sidekick da T-Mobile, têm incomodado usuários de smartphones, preocupados com o acesso indesejado a seus e-mails, senhas e outros dados.

"Quando vemos um aumento (no número) de ladrões, grande parte tem a ver com a procura de produtos altamente desejados", disse o porta-voz da polícia de Nova York Paul Browne. "Nos últimos dois anos, (os alvos) têm sido iPods, Sidekicks, iPhones."

Ele disse que a maioria desses crimes envolvem jovens assaltando outros adolescentes e acontecem em metrôs durante a tarde, após a saída da escola.

 
<p>Clientes mauseiam iPhone 3G em loja da Apple, em San Francisco.</p>