Delta diz que computadores e energia solar animarão vendas

sexta-feira, 3 de julho de 2009 12:06 BRT
 

Por Baker Li e Roger Tung

TAIPEI (Reuters) - A Delta Electronics, de Taiwan, maior fornecedora de fontes de energia para aparelhos elétricos, projeta forte alta de vendas nos próximos cinco anos, com base na demanda renovada por computadores pessoais e devido aos resultados de sua nova divisão solar.

Em entrevista à Reuters nesta sexta-feira, o presidente-executivo e vice-presidente do Conselho da empresa, Yancey Hai, disse que uma nova geração de netbooks de baixo custo e de laptops mais finos e com menor consumo de energia estimulará a demanda pelos produtos da Delta.

"Os clientes foram muito conservadores no quarto trimestre (de 2008) e no primeiro trimestre (deste ano), mas se você observar os novos projetos, acreditará que um novo mercado está sendo criado", disse Hai, em referência aos netbooks e aos laptops ultrafinos.

A Delta obtém a maior parte da sua receita de adaptadores e fontes de eletricidade, e componentes produzidos por ela são usados em eletrônicos de consumo como os notebooks da Apple e consoles de videogames da Sony.

"Esperamos registrar crescimento anual de vendas superior a 20 por cento", disse Hai. "Isso nos próximos cinco anos."

"Novos mercados podem se traduzir em crescimento mais elevado, de modo que a energia também será um grande mercado", acrescentou o executivo, na sede da empresa, que tem o telhado recoberto por paineis solares de silício.

A Delta, que tem reservas de caixa da ordem de mais de 40 bilhões de dólares taiuaneses, está procurando oportunidades de investimento em empresas de energia solar nos Estados Unidos e na Europa, disse Hai, sem revelar um cronograma para isso ou identificar potenciais parceiros da companhia.