Crianças cobram BlackBerry da RIM

quarta-feira, 15 de julho de 2009 13:44 BRT
 

TORONTO (Reuters) - Crianças no Canadá chamaram a atenção dos executivos da Research in Motion, segunda maior fabricante de smartphones do mundo, para um novo nicho no mercado.

"Vocês vão fabricar um celular voltado mais para crianças para que minha mãe me deixe ter um?", afirmou uma criança durante reunião anual de acionistas da RIM.

A fabricante focou o BlackBerry até agora principalmente entre executivos, com o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, sendo o mais importante usuário.

A pergunta da criança foi recebida com surpresa pelos co-presidentes-executivos da RIM, Jim Balsillie e Mike Lazaridis, que resumiram a resposta em poucas palavras.

"Há muitas oportunidades e se os atuais BlackBerries não são aceitáveis para sua mãe, com certeza os próximos serão", afirmou Lazaridis.

A interação foi surpreendente, tendo em vista uma recente nota escrita por Matthew Robson, jovem de 15 anos estagiário do Morgan Stanley. Robson escreveu sobre "Como os Adolescentes Consomem Mídia", que causou agitação após ter sido publicada pelo banco.

Na reunião de acionistas, a RIM informou que está progredindo com uma campanha para atrair mais consumidores, incluindo o patrocínio da turnê mundial da banda U2.

Os executivos da companhia disseram que os últimos 25 anos, desde que a RIM foi fundada, foram dedicados ao fornecimento para setores de alta demanda, e só foi há cerca três anos que a empresa passou a se concentrar também no mercado de consumo em geral.