Ação da Palm cai após Apple interromper sincronização com iTunes

quinta-feira, 16 de julho de 2009 15:43 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - As ações da Palm caíam nesta quinta-feira depois que a Apple fechou uma brecha no iTunes que permitia que o software de gestão de música fosse sincronizado com o celular Pre, da Palm.

Na quarta-feira, a Apple lançou uma atualização do iTunes, que complementa os aparelhos iPhone e iPod, destinada a reparar falhas de software e cuidar de "uma questão relacionada à verificação de dispositivos Apple".

"A atualização também barra aparelhos que se fazem passar por iPods, incluindo o Palm Pre. Como já dissemos antes, novas versões do iTunes poderão não fornecer funcionalidade de sincronização com aparelhos não suportados", afirmou o porta-voz da Apple, Tom Neumayr.

Um representante da Palm não retornou imediatamente a pedidos de comentários. Mais cedo, as ações da Palm chegaram a cais mais de 3 por cento por conta do anúncio.

Antes do lançamento em junho do Pre, cujo desenvolvimento ajudou a recuperar as perspectivas da Palm e gerou forte aumento nas ações da empresa este ano, a Palm havia indicado que o aparelho poderia "sincronizar com o iTunes".

"Simplesmente conecte o Pre ao PC ou Mac pelo cabo USB, selecione 'media sync' no celular, e o iTunes vai abrir no seu desktop", informou a companhia em comunicado à imprensa na época.

Shaw Wu, analista da Kaufman Bros., afirmou que não se surpreendeu com a decisão da Apple, considerada por ele como "a coisa certa a ser feita" para proteger a propriedade intelectual da companhia.

"A última coisa que a Apple precisa é alguém tendo acesso a sua tecnologia de graça", disse ele em relatório. "Consideramos isso como modestamente negativo para a Palm já que a sincronização com o iTunes era um recurso citado e achamos que pode haver impacto nas decisões de alguns usuários."

O Pre ainda é capaz de acessar música no disco rígido do usuário e pode baixar canções da loja online da Amazon.com.

(Por Franklin Paul)