Google vê Youtube lucrativo num futuro próximo

sexta-feira, 17 de julho de 2009 16:40 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - O site de compartilhamento de vídeos YouTube será lucrativo para o Google num futuro próximo, disse a companhia, líder no mercado de buscas na Internet.

O Google adquiriu o YouTube por 1,65 bilhão de dólares em 2006, mas perdeu dinheiro com o site que permite às pessoas divulgar e compartilhar vídeos gratuitamente.

Analistas esboçaram preocupações sobre os enormes custos envolvidos em publicar milhões de vídeos, sendo apenas uma pequena quantidade apoiada por publicidade.

"O YouTube agora está em uma trajetória com a qual estamos satisfeitos", afirmou o presidente-executivo do Google, Eric Schmidt, nesta quinta-feira.

Ele acrescentou que o Google está ajudando publicitários e agências de propaganda a criar "ótimos anúncios facilmente" para o YouTube.

Executivos da companhia recentemente fizeram comentários otimistas sobre o crescimento da receita do YouTube. Schmidt disse a repórteres neste mês que novos formatos de publicidade resultarão em mais receita.

Em resposta à pergunta de um analista, o vice-presidente de finanças do Google, Patrick Pichette, afirmou que recentes esforços para introduzir novos formatos de anúncio e promover vídeos ajudaram a estabelecer a página do YouTube entre anunciantes como relevante e "desejável para os clientes".

"Nós estamos realmente satisfeitos tanto em termos de crescimento da receita (do YouTube), que é fundamental para o YouTube, e ... num futuro não muito distante realmente vemos um negócio muito bom e lucrativo para nós", afirmou Pichette.

Na quinta-feira, o Google divulgou um lucro trimestral superior às expectativas de Wall Street, mas o crescimento da receita não foi como alguns investidores esperavam, o que levou as ações da companhia a cair quase 3 por cento.

(Reportagem de Anupreeta Das)

 
<p>Funcion&aacute;rio do Google passa de bicicleta diante de pr&eacute;dio da empresa em Zurique. O site de compartilhamento de v&iacute;deos YouTube ser&aacute; lucrativo para o Google num futuro pr&oacute;ximo, disse a companhia, l&iacute;der no mercado de buscas na Internet.</p>