Endeavour chega à estação espacial para missão de 11 dias

sexta-feira, 17 de julho de 2009 17:38 BRT
 

Por Irene Klotz

CABO CANAVERAL, EUA (Reuters) - O ônibus espacial Endeavour conectou-se à Estação Espacial Internacional (ISS) nesta sexta-feira, levando a última parte de um laboratório de pesquisas do Japão, toneladas de suprimentos e uma nova tripulação para o posto orbital.

A Nasa começou a examinar os tanques de combustível da nave, na expectativa de descobrir por que blocos de espuma se desprenderam de seu sistema isolante durante o lançamento na quarta-feira.

A agência afirmou que o problema, uma questão-chave para a segurança dos ônibus desde o acidente de 2003 com o Columbia, precisa ser resolvido antes que o próximo esteja liberado para lançamento.

A Nasa tem sete voos previstos até a conclusão da construção da estação espacial.

"Temos uma equipe unificada para começar a estudar essa questão", disse o porta-voz da Nasa Steve Roy, do Marshall Space Flight Center, em Huntsville, Alabama, que supervisiona a produção dos tanques de combustíveis externos do ônibus espacial.

Depois de uma viagem de dois dias, o Endeavour chegou à estação às 14h47 (hora de Brasília) cumprindo um trajeto de 350 quilômetros sobre o Golfo de Carpentária, norte da Austrália.

Antes de conduzir a nave até o local de acoplagem, o comandante Mark Polansky girou-a totalmente para que os astronautas a bordo da Estação Espacial Internacional fotografassem as peças cerâmicas que revestem o Endeavour, para verificação de danos. As peças são parte de um escudo protetor da nave e da tripulação durante o retorno à Terra.

As fotografias, que serão transmitidas aos engenheiros na Terra para análise, são parte da rotina de inspeções de segurança da Nasa implementadas depois do acidente com a Columbia.   Continuação...

 
<p>Foto da Endeavour ao se aproximar da Esta&ccedil;&atilde;o Espacial Internacional. REUTERS/NASA TV</p>