RIM diz que Nortel impediu oferta por ativos sem fio

terça-feira, 21 de julho de 2009 11:21 BRT
 

Por Gabriel Madway

SAN FRANCISCO (Reuters) - A Research in Motion afirmou que a Nortel Networks praticamente impediu a fabricante do BlackBerry de fazer uma oferta potencial de 1,1 bilhão de dólares pelas operações de comunicação sem fio da empresa canadense concordatária.

Analistas afirmaram que a fabricante de celulares inteligentes, que concorre com o iPhone, da Apple, e com o Pre, da Palm, nesse florescente mercado, estava de olho no acervo de patentes de comunicação sem fio da Nortel, para aquisição a preço de pechincha.

A RIM anunciou que desejava se qualificar como participante do leilão dos negócios da Nortel com tecnologia CDMA e LTE, marcado para 24 de julho, mas foi informada que só poderia se qualificar se prometesse não fazer ofertas por outros dos ativos da empresa durante um ano.

A RIM anunciou que estava preparada para pagar cerca de 1,1 bilhão de dólares pelas operações de tecnologia sem fio, com base em uma revisão preliminar. Isso superaria com facilidade a oferta de 650 milhões de dólares feita pela Nokia Siemens Networks e anunciada no mês passado.

A surpreendente revelação da fabricante de celulares surgiu no momento em que a Nortel, no passado uma das maiores empresas de tecnologia e um ícone canadense, está tentando vender porções de seus negócios, depois de fracassar em tentativas de recuperação.

A Nortel informou em email que tentou diligentemente negociar com a RIM termos aceitáveis de confidencialidade com relação aos ativos de propriedade intelectual da empresa, mas "a RIM se recusou a cumprir os procedimentos adotados pelo tribunal (de recuperação judicial)".

A Nortel acrescentou que "continua disposta a oferecer à RIM a oportunidade de participar do leilão", mas disse que mesmo sem a participação da empresa, acreditava que "um leilão ativo resultará em maximização dos ativos da Nortel".

Também na segunda-feira, a Nortel anunciou um acordo para vender sua divisão empresarial, que cria redes corporativas, para a Avaya, por 475 milhões de dólares.

 
<p>Co-presidente da Reasearch in Motion, Jim Balsillie, faz discurso em reuni&atilde;o anual com acionistas.</p>