Wal-Mart tenta conquistar compradores de laptops

quinta-feira, 23 de julho de 2009 12:37 BRT
 

SAN FRANCISCO (Reuters) - O varejista norte-americano Wal-Mart expandiu em 40 por cento sua seleção de laptops e adotará políticas de preço agressivas para os computadores e acessórios que os acompanham, com o objetivo de tentar conquistar vendas nos Estados Unidos junto aos frugais consumidores da temporada de volta às aulas.

A partir de domingo, o Wal-Mart começará a oferecer um modelo exclusivo de notebook Compaq Presario em suas lojas nos EUA, que desenvolveu em parceria com a HP, por 298 dólares. Uma unidade semelhante está à venda por 548 dólares, no momento.

"Acreditamos que isso represente valor evidente", disse o vice-presidente sênior de entretenimento doméstico do Wal-Mart nos EUA, Gary Severson, em entrevista. "Vocês nos verão fortemente concentrados não apenas em preços baixos como em oferecer o melhor valor a esses preços", acrescentou.

O notebook Presario estará sendo vendido a um preço que normalmente só permitiria a compra de um netbook, de menor capacidade.

Os grupos de varejo dos EUA deram início à temporada de volta às aulas em um momento de incerteza, já que os consumidores parecem pouco dispostos a gastar em qualquer coisa que não os produtos básicos.

De acordo com uma pesquisa da National Retail Federation, a família norte-americana média com crianças em idade do pré-primário ao final do secundário, planeja gastar 7,7 por cento a menos em material escolar este ano do que em 2008.

O único ponto positivo da pesquisa foi no segmento de bens eletrônicos de consumo, no qual os estudantes planejam gastar mais. Além disso, mais de 75 por cento dos entrevistados declararam que pretendem recorrer a redes de varejo de baixo preço para suas novas compras escolares.

O Wal-Mart está tomando a temporada de volta às aulas como oportunidade para exibir sua seleção mais ampla de notebooks e netbooks, e Severson afirmou que os laptops estão se tornando um produto básico para estudantes de todas as idades.

"Acreditamos que este ano seja uma verdadeira oportunidade de nos estabelecermos de vez nos laptops", declarou.

Para conquistar a liderança, o Wal-Mart está usando as táticas que empregou para se tornar um concorrente de ponta no mercado de televisores de tela plana: expandir sua seleção de marcas enquanto tenta derrotar os concorrentes no preço.

 
<p>O varejista norte-americano Wal-Mart expandiu em 40 por cento sua sele&ccedil;&atilde;o de laptops e adotar&aacute; pol&iacute;ticas de pre&ccedil;o agressivas para os computadores e acess&oacute;rios que os acompanham, com o objetivo de tentar conquistar vendas nos Estados Unidos junto aos frugais consumidores da temporada de volta &agrave;s aulas.</p>