Sony deve investir US$1,1 bi em fábrica de LCD da Sharp--Nikkei

sexta-feira, 24 de julho de 2009 09:37 BRT
 

TÓQUIO, 24 de julho (Reuters) - A Sony provavelmente investirá mais de 100 bilhões de ienes (1,1 bilhão de dólares) em uma fábrica de telas de cristal líquido para televisores da Sharp, publicou o jornal Nikkei nesta sexta-feira.

A Sony anunciou no ano passado que planeja assumir uma fatia de 34 por cento na joint-venture com a Sharp para controlar uma fábrica de painéis de LCD avaliada em 380 bilhões de ienes, no oeste do Japão. Contudo, as companhias não chegaram a um acordo final sobre a participação e a divisão do investimento de cada uma.

As ações da Sony fecharam em alta de 2,2 por cento, enquanto as da Sharp ganharam 2,7 por cento, alinhadas ao avanço de 2,7 por cento índice de maquinários elétricos do Japão.

As duas companhias vão finalizar os planos para a joint-venture até o final de julho, sendo que o investimento inicial da Sony deve ser de 50 a 60 bilhões de ienes, podendo eventualmente subir para mais de 100 bilhões de ienes, informou o jornal.

Representantes da Sony e da Sharp disseram que nada foi decidido e se recusaram a comentar algo mais sobre o assunto.

O acordo visa permitir à Sony garantir painéis suficientes para o crescente mercado de televisores de cristal líquido, além de conceder à Sharp uma parceria que a ajude a arcar com o custo da instalação.

A Sharp informou que planeja iniciar as operações na unidade de LCD, localizada na cidade de Sakai, em outubro para atender à recuperação da demanda por televisores de tela plana.

A fábrica será a primeira instalação do mundo que manuseia o chamado substrato de décima geração, que são maiores que a linha anterior e ajudam a reduzir os custos de produção das telas.