Samsung pede cautela apesar de lucro forte

sexta-feira, 24 de julho de 2009 09:53 BRT
 

Por Marie-France Han e Rhee So-eui

SEUL, 24 de julho (Reuters) - A Samsung Electronics, maior fabricante mundial de chips de memória e telas de cristal líquido (LCD), se uniu a outros grandes nomes da tecnologia nos esforços de conter o otimismo quanto à recuperação do setor, mesmo depois de anunciar seu melhor lucro trimestral em dois anos e meio.

A crescente competição de rivais como a Sony e a LG Electronics e uma potencial recuperação da moeda sul-coreana talvez pressionem a lucratividade da Samsung no segundo semestre.

Graças a uma virada em seu negócio de chips de memória e às vendas robustas de televisores e celulares, bem como à fraqueza anterior do won, as ações da gigante sul-coreana voltaram a ser muito procuradas pelos investidores, com alta de 50 por cento no ano até o momento, acima dos 33 por cento de alta no mercado como um todo.

"O lucro operacional pode ser afetado pela possível valorização do won sul-coreano e pela intensificação da concorrência no mercado", disse Robert Yi, vice-presidente de relações com investidores da Samsung.

A LG, que concorre com a Samsung nos celulares e televisores, anunciou na quarta-feira que sua margem de lucro nos celulares deve cair no terceiro trimestre devido aos custos de marketing e pressão de preços.

Na quinta-feira, a maior produtora mundial de software, Microsoft, anunciou a primeira queda anual de vendas do Windows em sua história, e ofereceu pouca esperança de recuperação antes do ano que vem. Enquanto isso, a maior fabricante mundial de celulares, Nokia, reduziu na semana passada projeções de lucro e participação de mercado devido à competição feroz no segmento de celulares mais sofisticados.

A Samsung afirmou que está preparada para uma possível desaceleração no setor de LCDs, onde enfrenta a rival nacional LG Display, no final de 2009 e começo de 2010, já que a competição de preços entre fabricantes de televisores pode se aquecer.

"Os preços dos televisores LCD não devem se recuperar muito, devido a sinais de um excedente de produção", disse Chang In-whan, presidente-executivo e administrador de fundos na KTB Asset.

A Samsung divulgou nesta quinta-feira lucro líquido de abril a junho de 2,25 trilhões de wons (1,81 bilhão de dólares), em alta de cinco por cento em relação ao resultado obtido um ano antes. A previsão média de 11 analistas consultados pela Reuters era de ganho de 1,68 trilhão de wons.

 
<p>As a&ccedil;&otilde;es da Samsung, com sede em Seul, voltaram a ser muito procuradas pelos investidores. REUTERS/Choi Bu-Seok</p>