Vendas mundiais de celulares com GPS vão subir 34% em 2009

quarta-feira, 29 de julho de 2009 14:55 BRT
 

FRANKFURT, 29 de julho (Reuters) - As vendas mundiais de celulares equipados com chips GPS, que utilizam satélites em órbita para determinar a localização exata do usuário do aparelho, registrarão forte crescimento em 2009, de acordo com o grupo de pesquisa Strategy Analytics.

"Prevemos que os embarques mundiais de celulares inteligentes com GPS crescerão em saudáveis 34 por cento, de 57 milhões de unidades em 2008 para 77 milhões em 2009", disse Joanne Blight, diretora de navegação da Strategy Analytics, na quarta-feira.

"Os celulares inteligentes dotados de GPS... são um segmento de alto crescimento que continua a se expandir mesmo durante um momento econômico difícil, como o atual", acrescentou.

Os principais fabricantes mundiais de celulares inteligentes incluem a Nokia, líder mundial na fabricação de celulares, e empresas como Apple, HTC e Research in Motion.

Dois fatores essenciais estimularam a adoção dos celulares inteligentes equipados com GPS, disse Neil Mawston, diretor de comunicação sem fio na Strategy Analytics.

"Primeiro, temos a aceitação generalizada pelos consumidores de aparelhos portáteis para navegação em veículos, de companhias como a TomTom e a Garmin, na Europa e nos Estados Unidos", disse. "Segundo, os serviços de navegação móvel estão melhorando. Existe presença cada vez mais forte de aplicativos de mapeamento em fornecedores importantes de celulares inteligentes, como provam Nokia Maps, Apple Google Maps e Blackberry Maps", acrescentou.

A Nokia previu que 50 por cento dos modelos de celulares vendidos este ano contarão com chips GPS.

No momento, eles são usados principalmente nos celulares mais caros, mas a Nokia e outras empresas estão cada vez mais procurando incluí-los em modelos dirigidos ao mercado de massa.

O GPS permite diversos serviços baseados em localização. A SiRF Technology Holdings e a Broadcom são dois dos maiores fabricantes mundiais de chips GPS.

O sucesso dos recursos de navegação em celular há anos é visto como ameaça a fabricantes de sistemas pessoais de navegação como a Garmin e TomTom, e a Nokia já se tornou a maior fabricante mundial de aparelhos com recursos de GPS.