Microsoft está otimista, mas não fornece projeções financeiras

sexta-feira, 31 de julho de 2009 11:28 BRT
 

REDMOND, Estados Unidos (Reuters) - O presidente-executivo da Microsoft, Steve Ballmer, está otimista em relação aos próximos 12 meses, mas se recusou a fornecer qualquer projeção financeira aos analistas na quinta-feira.

A maior companhia de software do mundo não tem divulgado nenhuma previsão financeira desde o ano passado devido à incerteza econômica, e não vai fazer isso agora, disse Ballmer a analistas.

"Nós tivemos uma equipe de vendas mais inspirada saindo da reunião de vendas na semana passada", afirmou o executivo. "Mas eu não vou sentar aqui e fornecer uma projeção anual otimista, eu apenas não vou fazer isso. Mas não significa que não esteja otimista."

Ballmer disse que estava animado em relação ao lançamento do novo sistema operacional Windows 7 em outubro e outros novos produtos ao longo dos próximos 12 meses.

Contudo, as margens de lucro podem ser afetadas no curto prazo, à medida que clientes se direcionam a contratos mais longos, afirmou o vice-presidente de finanças da companhia, Christopher Liddell.

"Ao longo do tempo, isso irá conduzir o crescimento das margens em algum momento, mas no curto prazo, pode nos forçar a aceitar margens menores em negócios individuais", acrescentou Liddell.

(Reportagem de Bill Rigby)