August 3, 2009 / 6:24 PM / in 8 years

Android vai buscar também mercado empresarial

4 Min, DE LEITURA

Por Sinead Carew

NOVA YORK (Reuters) - O Google planeja incluir apoio a usuários empresariais em seu sistema operacional Android ainda este ano, o que a colocará a empresa em concorrência contra a Research in Motion, fabricante do BlackBerry, anunciou um importante executivo da empresa.

Andy Rubin, o principal executivo da divisão Android do Google, anunciou na sexta-feira que além de expandir os recursos dirigidos aos consumidores, como redes sociais e jogos, as futuras versões do Android também fornecerão estrutura a empresas que fornecem celulares a funcionários que trabalham longe da sede.

"Hoje, não apoiamos muitos aplicativos empresariais, mas no futuro creio que o setor empresarial venha a ser um bom foco para nós", disse Rubin. Mas ele se recusou a informar quando os fabricantes de celulares planejam lançar aparelhos equipados com novo software empresarial.

Qualquer empresa de tecnologia terá uma tarefa difícil caso decida ingressar no mercado empresarial de comunicação móvel, porque o BlackBerry conta com a preferência de muitos gerentes de tecnologia de informações, que precisam garantir o funcionamento de aplicativo como email para celulares.

Mas Rubin afirma que o Google seria capaz de concorrer incorporando ao Android seus aplicativos existentes para email, documentos e agendas.

Por exemplo, as empresas poderiam economizar custos de hardware de armazenagem caso fornecessem aos seus funcionários celulares Android dotados de aplicativos empresariais conectados aos servidores do Google.

"Da perspectiva empresarial, seria possível controlar custos de maneira dramática", afirmou. "Não seria mais preciso ampliar a infraestrutura. O Google já opera assim."

Parte da estratégia seria oferecer aos gerentes de tecnologia da informação controle sobre os celulares usados pelos funcionários.

"É a forma pela qual se entrega o controle ao gerente de tecnologia da informação e pela qual se oferece a ele ferramentas para fornecer todos os aplicativos empresariais requeridos no celular, e para que ele mantenha a segurança de todos esses aparelhos", disse Rubin.

No começo deste mês o Google anunciou o desenvolvimento do sistema operacional Chrome, que se sobrepõe ao Android para netbooks, levantando questões sobre o futuro do Android. Mas Rubin afirmou que o Google já está desenvolvendo três novas versões do Android.

O Google vai liberar duas versões do Android este ano: Android 1.6, apelidado de Donut; e Android 2.0, codinome Eclair. A terceira versão é chamada de Flan. Rubin afirmou ainda que haverá uma quarta versão do sistema.

Ele não discutiu funções específicas do Donut ou do Eclair, mas afirmou que eles vão se aproveitar dos recursos dos mais poderosos processadores do mercado como jogos em três dimensões.

Citando o processador Snapdragon da Qualcomm, por exemplo, Rubin afirmou que ele dará a celulares equipados com o Android a mesma velocidade de processamento de computadores desktop de quatro anos atrás.

"Eles estão realmente chegando perto e as pessoas começarão a andar por aí com um pequeno computador no bolso", afirmou ele. "É possível começar a se pensar seriamente em videogames como se pensaria no caso do Nintendo DS ou do PSP."

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below