Vendas no varejo online dos EUA continuam a cair

segunda-feira, 10 de agosto de 2009 18:02 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - As vendas no comércio eletrônico dos Estados Unidos caíram 1 por cento no segundo trimestre, para 30,2 bilhões de dólares, na comparação com o mesmo período do ano passado, e não devem se recuperar até que seja observada uma melhora na economia, de acordo com dados de uma nova pesquisa.

As vendas no varejo online dos EUA não sobem na comparação anual desde o terceiro trimestre de 2008, de acordo com a empresa de pesquisa comScore.

A queda no segundo trimestre acontece depois de estabilidade nos três primeiros meses do ano e de um final de 2008 frustrante no comércio virtual, sinalizando que o varejo via Internet ainda não chegou ao fundo do poço, disse em comunicado o chairman da comScore, Gian Fulgoni.

Os dados da comScore não incluem leilões virtuais, veículos ou grandes compras corporativas por meio da Internet, e os números são baseados em um painel de 1 milhão de internautas norte-americanos.

Embora os gastos online não cresçam desde o terceiro trimestre do ano passado, os consumidores tiveram mais dispêndio em categorias como brinquedos e hobbies.

Os gastos com esses itens cresceram 21 por cento sobre o mesmo trimestre do ano passado. As compras online de livros, revistas, videogames e acessórios também avançaram dois dígitos de abril a junho na comparação anual.

(Reportagem de Laura Isensee)