Royal Opera britânica quer fazer música pelo Twitter

terça-feira, 11 de agosto de 2009 15:06 BRT
 

Por Robert Leadbetter

LONDRES (Reuters) - A Royal Opera House (ROH) britânica quer que os usuários do Twitter a ajudem a criar a "primeira ópera online do mundo". A instituição, que encena balés e outras produções de música clássica, deseja que os usuários do site de microblogs escrevam as letras para uma ópera, usando 140 caracteres ou menos de cada vez.

"É a ópera do povo, e uma maneira perfeita de envolver as pessoas na inventividade da ópera como forma suprema de narrativa", afirmou Alison Duthie, que comanda a ROH2, divisão da ROH encarregada de desenvolver projetos originais, em comunicado.

Duthie informou à Reuters na terça-feira que os momentos mais dramáticos da ópera serão encenados como parte do festival Deloitte Ignite, em setembro, e anunciou que a experiência tem por objetivo derrubar a ideia de que ópera é uma forma tradicionalista e pomposa de arte.

"As pessoas fazem suposições sobre o que somos, e é preciso derrubar essas barreiras", afirmou Duthie. "Temos de desmistificar a ópera."

Os interessados em colaborar para a ópera da ROH podem se inscrever e começar a escrever trechos em www.twitter.com/youropera.

Até agora, só a primeira cena do primeiro ato foi completada; o personagem William está preso em uma torre, na qual foi aprisionado por pássaros determinados a obter vingança depois que ele matou uma ave.

As primeiras linhas da ópera mostram como é difícil encaixar as ideias propostas como parte de uma história coerente.

"Um pequeno pássaro pia por ali, cantando sem preocupação. Se pudéssemos ser tão livres, sem as preocupações e as... preocupações de um niilista. Eu traria flores, mas elas morreriam. Eu te amaria, mas, por quê?"