Ações de fabricantes de LCD sobem após terremoto no Japão

quarta-feira, 12 de agosto de 2009 10:27 BRT
 

Por Marie-France Han e Rhee So-eui

SEUL, 12 de agosto (Reuters) - As ações dos fabricantes sul-coreanos e taiuaneses de telas de cristal líquido (LCD) subiram nesta quarta-feira enquanto as da rival japonesa Sharp recuaram, depois que um terremoto prejudicou a produção de vidro no Japão. O tremor alimentou preocupações sobre uma possível intensificação da escassez do componente.

Uma escassez de substratos de vidro vem restringindo a produção do setor de LCD e elevando os preços dos paineis, depois que fornecedores de vidro demoraram demais para aumentar produção depois da crise vivida pelo segmento no ano passado.

A indústria de televisores e monitores está se recuperando de uma de suas piores desacelerações, enquanto os bilhões de dólares do pacote de estímulo chinês e a resistência dos mercados norte-americanos ajudam a impulsionar a demanda por TVs e computadores.

"O fornecimento de vidro já era difícil, e o terremoto contribuirá ainda mais para isso, o que é uma boa notícia para a LG Display como importante fabricante de LCDs," disse Moon Hyuk-sin, analista da Meritz Securities.

A fabricante norte-americana de vidros especiais Corning anunciou na terça-feira que suspendeu produção de paineis LCD em uma fábrica no Japão, alertando que a parada vai gerar queda de cinco a 10 por cento no volume de vidro embarcado no terceiro trimestre, ante o trimestre anterior.

As ações da LG Display, segunda maior produtora mundial de paineis LCD, subiram em 2,1 por cento, em meio a uma queda de 1,5 por cento do mercado como um todo. A LG Display registra 67 por cento de alta até agora este ano.

Os principais fabricantes de Taiwan, AU Optronics e Chi Mei Optoelectronics, tiveram alta de respectivamente 5,3 e 3,1 por cento, contrariando a tendência de um mercado fraco nesta quarta-feira.

Mais de 78 mil ações da AU foram negociadas, 1,3 vezes mais que a média diária dos últimos 30 dias.

As ações da Sharp, a única grande fornecedora japonesa de paineis LCD, no entanto, caíram em 3,5 por cento, porque a empresa deve ser diretamente afetada pela paralisação fábrica da Corning no Japão.