13 de Agosto de 2009 / às 21:32 / 8 anos atrás

Substância química pode destruir células-tronco que geram tumor

Por Julie Steenhuysen

CHICAGO (Reuters) - Pesquisadores norte-americanos descobriram uma substância química que pode destruir as células-tronco que geram o câncer de mama --um tipo de célula-mestre de câncer que resiste aos tratamentos convencionais e que pode explicar porque muitos tumores voltam.

Descobrir uma forma de destruir estas células pode facilitar muito a cura do câncer.

"Há muitas evidências agora que sugerem que estas células sejam as responsáveis por muitas recaídas observadas após o fim do tratamento", afirmou o pesquisador do Instituto de Tecnologia do Massachusetts e do Broad Institute Piyush Gupta, que publicou seu estudo na revista Cell, em entrevista por telefone nesta quinta-feira.

O problema é que as células-tronco cancerígenas são raras e difíceis de serem estudadas no laboratório uma vez que elas rapidamente se transformam em outros tipos de células. E elas também são difíceis de destruir.

"Não estava claro se seria possível encontrar compostos que destruiriam seletivamente as células-tronco cancerígenas", disse Gupta em comunicado. "Foi isso que fizemos".

Para estudar as células, a equipe de Gupta desenvolveu primeiro um método para estabilizar células-tronco cancerígenas no laboratório e fazer com que se multiplicassem. Eles então as testaram com 16 mil compostos químicos naturais e comerciais para ver quais conseguiam destruir especificamente as células-tronco cancerígenas.

Com isso, descobriram 32 substâncias.

A lista diminuiu para umas poucas, que foram testadas no laboratório e em ratos.

Uma substância química, chamada salinomicin, conseguiu o resultado esperado. Ela era 100 vezes mais potente que os medicamentos comuns usados na quimioterapia, paclitaxel ou Taxol, na destruição de células-tronco que geram o câncer de mama.

As células-tronco tratadas com o salinomicin tinham menos capacidade de gerar tumores de câncer de mama quando injetadas em ratos que as células-tronco tratadas com paclitaxel. E o tratamento também parecia diminuir o ritmo de crescimento dos tumores nos ratos.

Gupta afirmou que não está claro se o salinomicin surgirá como o melhor composto para medicamento para destruir as células-tronco de câncer de mama --ou mesmo que será seguro usá-lo em pessoas com câncer.

Mas o estudo fornece um novo caminho para ser seguido pelas farmacêuticas para isolar e testas compostos que possam destruir as células.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below