14 de Agosto de 2009 / às 19:25 / 8 anos atrás

China recua oficialmente em planos de filtro para Internet

Por Emma Graham-Harrison

PEQUIM (Reuters) - A China confirmou seu recuo quanto ao plano de pré-instalar o controverso software de filtragem de Internet “Represa Verde” em todos os computadores pessoais vendidos no país. Mas ele ainda deva ser adotado nas escolas e nos cibercafés.

Li Yizhong, ministro da Indústria e Tecnologia da Informação, disse na quinta-feira que a revelação em junho de que havia planos de instalar o software em todos os computadores --causadora de fortes protestos internacionais-- “não havia sido suficientemente ponderada”.

“Nós respeitamos plenamente a liberdade de escolha de todos, e de forma alguma forçaremos a instalação nos computadores de todos os consumidores”, disse em entrevista coletiva em Pequim.

“Mas ainda instalaremos o software nos computadores de escolas, cibercafés e locais públicos”, afirmou.

Eis algumas perguntas e respostas sobre o “Represa Verde”:

Por que a China controla a Internet?

O governo da China usa os controles sobre a Internet para prevenir o acesso de seus cidadãos a informações online que considera moralmente corruptoras ou politicamente delicadas, ou para controlar tendências potencialmente desestabilizadoras, como um nacionalismo fervoroso.

O Partido Comunista está no poder desde a revolução de 1949 em parte porque restringe o livre fluxo de informações.

O que é o “Grande Firewall?”

Pequim utiliza diversas medidas, entre as quais um firewall que bloqueia sites reprováveis no exterior, restrições ao conteúdo oferecido por companhias online e provedores de acesso à Internet, e um exército de censores que vasculham a Web em busca de conteúdo controverso.

Quem opera o firewall?

O sistema de censura é dirigido em parte pelo governo e serviços de segurança, mas também depende de autorregulamentação pelos provedores de acesso e empresas online, de acordo com diretrizes do governo.

Empresas estrangeiras que com desejo de operar na China, país com o maior número de internautas no mundo, enfrentaram acusações de ceder à censura, em sua busca de acesso ao mercado.

Muitos blogueiros e outros usuários da Web também praticam autocensura em certa medida, para evitar que seus sites sejam bloqueados.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below