Electronic Arts vê 2o semestre mais forte na Europa e África

segunda-feira, 17 de agosto de 2009 18:29 BRT
 

Por Christoph Steitz

FRANKFURT (Reuters) - A fabricante de videogames Electronic Arts espera negócios melhores na Europa, no Oriente Médio e na África no segundo semestre de 2009, em comparação com o mesmo período um ano antes, disse um executivo da empresa à Reuters.

"Esperamos que nossos negócios na segunda metade do ano sejam mais fortes em comparação com o ano passado na região", disse o chefe de vendas e distribuição da EA para a Europa, Jens Uwe Intat, à Reuters na sexta-feira, a poucos dias do evento de games Gamescom, em Colônia, na Alemanha.

O período ao que Intat se refere são o segundo e terceiro trimestres do exercício social atual da Electronic Arts, que termina em março de 2010.

A empresa gerou 924 milhões de dólares em receita na região da Europa no mesmo período no ano passado. Seus balanços trimestrais não revelaram uma queda no número de vendas para as regiões do Oriente Médio e da África.

A Electronic Arts, que afirmou ter sido a maior fabricante de videogames na Europa e na América do Norte no trimestre fechado em junho, divulgou no início deste mês seus resultados para esse primeiro trimestre, informando números melhores que o esperado devido às boas vendas do videogame "The Sims 3".

As fabricantes de videogames vêm sofrendo com a atual crise econômica que refreou os gastos do consumidor, com as vendas de equipamento e softwares de videogames nos Estados Unidos caindo 29 por cento em julho, para 848,9 milhões de dólares, segundo pesquisa da NPD.