MySpace vai comprar serviço de música online iLike

quinta-feira, 20 de agosto de 2009 09:38 BRT
 

Por Yinka Adegoke

NOVA YORK, 19 de agosto (Reuters) - O MySpace, da News Corp., anunciou na quinta-feira que fechou acordo para comprar o site de recomendação de música iLike, como parte dos esforços do serviço de redes sociais para se reinventar como portal de entretenimento após queda em sua popularidade.

O MySpace se recusou a revelar os termos financeiros de uma aquisição que trará os fundadores do iLike, Nat Brown e os gêmeos Ali e Hadi Partovi, para os quadros da empresa.

O site contava com investimento de fundos de capital de risco e da Ticketmaster Entertainment. Diversos blogs, entre os quais o AllThingsDigital, publicaram no começo da semana que o iLike seria adquirido pelo MySpace por cerca de 20 milhões de dólares.

O iLike é mais conhecido como um site popular de descoberta de música para os usuários do Facebook, um serviço de redes sociais que superou o MySpace como ponto preferencial de trocas de fotos, mensagens, vídeos e outras formas de conteúdo entre amigos e parentes.

O MySpace, que apenas dois anos atrás era o mais popular site de redes sociais da Web, e registrava o mais rápido crescimento do segmento, perdeu terreno junto aos usuários, que optaram pelo Facebook e outros serviços.

"Acreditamos que a integração do iLike ajudará a atrair tráfego mais firme e em última análise permitirá monetizar melhor a base de usuários do MySpace", disse Imram Khan, analista do JP Morgan.

A aquisição surge em um momento de pressão por Rupert Murdoch, o proprietário da News Corp., que deseja ver o MySpace reinventado como portal de entretenimento, para aproveitar a força que continua a manter em áreas como música e filmes.

Embora continue a ser um dos mais populares sites de vídeo e música, dados da Nielsen mostram que o tempo dedicado por usuários ao MySpace caiu em 31 por cento entre abril de 2008 e abril de 2009. No mesmo período, o tempo dedicado pelos usuários ao Facebook cresceu em 700 por cento.

Owen Van Natta, presidente-executivo do MySpace, afirmou em entrevista telefônica que a tecnologia social de descoberta do iLike pode ser estendida a outras áreas que não a música, para os usuários do MySpace -áreas ccomo entretenimento, vídeo e jogos.