Sony lança dispositivo para leitura digital a US$399

terça-feira, 25 de agosto de 2009 14:45 BRT
 

Por Alexandria Sage e Franklin Paul

SAN FRANCISCO/NOVA YORK (Reuters) - A Sony lançou nesta terça-feira seu primeiro dispositivo eletrônico de leitura, numa medida para desafiar a posição dominante da Amazon.com no crescente mercado de livros digitais.

O "Daily Edition," que custa 399 dólares, possui uma tela sensível a toque de sete polegadas e será colocado à venda em dezembro. A AT&T será a operadora do novo dispositivo, que usará uma conexão 3G, tecnologia de Internet sem fio adotada por aparelhos como o iPhone, da Apple.

Após um ano de manchetes dominadas pelo dispositivo Kindle, da Amazon, a Sony tomou a ofensiva. No começo deste mês, a companhia lançou dois aparelhos por 199 dólares e 299 dólares. O Kindle, da Amazon, custa 299 dólares e 489 dólares por uma versão com tela maior para visualização de jornais.

Enquanto os dispositivos da Sony possuem tela sensível a toque, elemento encontrado em aparelhos populares como o iPhone, eles nunca incluíram uma conexão wireless. Isto é algo com que hoje, analistas dizem, muitos usuários de tecnologia contam.

O Kindle, apesar de ter wireless, não oferece tecnologia touchscreen.

A diferença pode dar à Sony um impulso na briga pelo domínio no setor de livros e dispositivos de leitura. A indústria ainda é jovem, mas a Sony e a Amazon, que são as duas maiores empresas do meio, alvejam atrair os primeiros usuários e estabelecer aí um gancho em um mercado que, acreditam, eventualmente se tornará a força motriz dos lucros.

Dispositivos eletrônicos de leitura permitem que as pessoas leiam conteúdo em uma mesa do tamanho de um livro. Mesmo com alguns usuários fazendo alarde sobre o aspecto de conveniência, especialmente durante viagens, analistas dizem que os aparelhos continuarão sendo um item de luxo até que os preços diminuam.

A Sony lançou seu primeiro dispositivo de leitura em 2006, mas o Kindle da Amazon, lançado em 2007, ganhou muito mais atenção. A Sony vem tentando retomar o espaço nos últimos meses.   Continuação...