Canadá pode revelar novas medidas de privacidade no Facebook

quarta-feira, 26 de agosto de 2009 17:41 BRT
 

Por Wojtek Dabrowski

TORONTO, 26 de agosto (Reuters) - Uma agência reguladora do Canadá informou que pode estabelecer novas propostas para proteger a privacidade de usuários da rede social online Facebook nesta quinta-feira, após ter encontrado falhas nas práticas atuais do site no mês passado.

Em relatório de julho, o órgão concluiu que as informações fornecidas pelo Facebook sobre suas práticas de privacidade são muitas vezes confusas ou incompletas. A agência reguladora afirmou que a política de armazenar informações pessoais de usuários que cancelaram suas contas, por tempo indeterminado, viola as leis de privacidade do Canadá.

O Facebook, site em que membros podem compartilhar fotos, vídeos, notícias, opiniões e mensagens, tanto pessoais como públicas, conta com cerca de 12 milhões de usuários canadenses. No total, o site tem mais de 250 milhões de membros ativos em todo o mundo.

Nesta quinta-feira, o órgão regulador do Canadá irá discutir os resultados das negociações com o Facebook ocorridas ao longo do último mês. A empresa também irá conduzir sua própria coletiva.

O resultado final das investigações dos canadenses pode influenciar as práticas da empresa em outros países. Outras redes sociais também devem estar de olho no processo.