Nokia lança primeiro celular da marca com Linux

quinta-feira, 27 de agosto de 2009 10:27 BRT
 

HELSINQUE (Reuters) - A Nokia, maior fabricante de celulares do mundo, lançou nesta quinta-feira seu primeiro aparelho sofisticado que utiliza sistema operacional Linux.

A companhia finlandesa adota o Linux desde 2005 em dispositivos usados para acessar a Internet, conhecidos como "Internet tablets".

O novo modelo N900, com conexão de celular, tela sensível a toque e teclado deslizante, custa em torno de 500 euros (712 dólares) no varejo, sem considerar subsídios e impostos.

O sistema operacional de fonte aberta Symbian, da Nokia, controla metade do volume do mercado de smartphones, mais que os concorrentes Apple, Research in Motion e Google juntos.

A companhia informou que o Linux funcionará paralelamente ao Symbian na série de produtos sofisticados.

"Isso não está colocando o Symbian de modo algum em perigo", afirmou Anssi Vanjoki, diretor de vendas da Nokia, à Reuters.

"O código aberto Symbian será nossa principal plataforma, e estamos expandindo e crescendo tudo o que podemos, tanto em termos de funcionalidade como em distribuição ... povoando mais e mais nossa linha de produtos com o Symbian", disse ele.

O novo modelo usará o processador Cortex-A8, da ARM.

"Se você olhar as propriedades de gestão de energia que temos no ARM, ao menos hoje, estamos claramente melhor, milhas e milhas melhor, do que temos na arquitetura da Intel", afirmou Vanjoki.

O Linux é o tipo mais popular de sistema operacional de fonte de aberta disponível ao público. A plataforma compete diretamente com a Microsoft, que cobra pelo software Windows e se opõe ao compartilhamento gratuito do seu código.

(Reportagem de Tarmo Virki)

 
<p>Modelo N900 da Nokia equipado com sistema Linux. O N900 tem tela sens&iacute;vel a toque e teclado deslizante e custa cerca de 500 euros (712 d&oacute;lares) no varejo, sem considerar subs&iacute;dios e impostos.</p>